top of page

OS MENINOS DA VILA COMARY SURPREENDENDO NA LIVERJ





Essa temporada da Liverj realmente está uma surpresa. Com a competição cada vez mais equilibrada mesmo com alguns times mantendo sua hegemonia, um novo time vem pelos cantos mostrando que idade e experiência nunca foram fatores principais para vencer um duelo. Os meninos de Teresópolis são a prova desta afirmação.


O time masculino do Vôlei Comary está surpreendendo os times da Liga Adulta e vem provando que são duros na queda. No último domingo (31), pela 2° rodada da Liga A Masculino, o time dirigido pelo técnico Fagner deu um show de voleibol batendo o fortíssimo Mirandela A, no último confronto da rodada vencendo por 2 sets 1, de virada (25/22, 28/26 e 17/15).


O JOGO


O jogo começou num ritmo devagar. Mirandela A com dificuldades para armar as jogadas, e Comary se aproveitando para finalizar os pontos. Mas era só um início ruim mesmo. Se reajustando e lendo melhor o jogo, o Mirandela deixou tudo empatado no 16x16. Renan (Comary) e Vinícius (Mirandela) era os viradores de bola de seus times. Pablo (Comary) ainda dividia essa responsabilidade com Renan, mas as bolas começaram a oscilar bastante impossibilitando a variedade nos golpes de ataque. O Mirandela é um time com a característica mais ofensiva por possuir atletas mais altos e mais forte, pelo outro lado, os meninos de Teresópolis, mesmo sendo mais novos e mais baixos, compensavam na defesa botando a maioria das bolas para cima. Mas nem sempre a jogada conseguia dar continuidade. Com essas fragilidades pelo lado de Comary, o Mirandela abriu 20/13 e obrigou os adversários a pedirem tempo. Mesmo após o tempo, o Mirandela ainda abriu mais dois de vantagem e Comary tentou aproximar com a substituição de Lucas por Cadu. No entanto, com o jogo nas mãos, o Mirandela fechou o 1° set em 25/22.



O segundo set começou com erros de ambos os lados. Comary errando mais em contra ataques. Pelo lado do Mirandela A, o ponteiro Peixoto (Mirandela) resolveu entrar no confronto e rodar todas as bolas que recebia, o bloqueio adversário mudava as marcações no block mas ninguém conseguia pará-lo. Mirandela com 10/6, tempo de Comary para organizar o jogo. Voltando mais concentrado, o time Verde e Branco foi em busca dos pontos perdidos que poderiam fazer falta no final do set. Usando e abusando da ousadia e malandragem, Renan e Cadu começaram a se destacar no jogo quebrando o bom ritmo do Mirandela variando nos golpes e confundindo o bloqueio e a defesa adversária. Nunca duvide dos "Meninos da Vila" (com diz o Tárcio), bastou uma sequencia de erros do Mirandela, somada as habilidades da dupla Cadu & Renan (gostei da combinação, podem virar uma dupla sertaneja), Comary virou o jogo em 20/19.

Os times sem quererem se entregar disputaram pontos até o 26/26, mas com Cadu inspirado e uma largada errada de Peixoto, o Comary fechou a segunda parcial em 28/26 e levou o jogo para o tie break.


Na disputado do último set, o jogo ficou brigado logo início com Renan e Peixoto sendo os definidores de suas equipes. Mirandela mais consistente abriu vantagem e virou a quadra no 8/5. Renan não queria saber de muita conversa, na habilidade atacando, usando e largando empatou o jogo no 10/10. Os times bastante aguerridos em quadra buscavam ponto a ponto a vitória. Com o placar 13/13, a um ponto do Mirandela ir para o Match Point, ele não contava com uma recuperação incrível de Pablo para deixar o Comary na luta pelo fim. Tudo igual no 15/15, chegou a vez do melhor jogador em quadra brilhar, num dia inspirado desde o primeiro apito do jogo, Renan fechou o set em 18/15. Vitória de Comary.



O destaque da rodada ficou com o ponteiro e capitão do time de Teresópolis. Renan é o líder nato da equipe e se diz acreditado no crescimento do time e a evolução dos companheiros ao longo da temporada.


"Nós estamos treinando bastante duas vezes por semana e temos muito o que apresentar na competição. Muita gente não acredita em nosso potencial, é por isso que a gente treina e se dedica para mostrar o contrário do que as pessoas falam. Em relação ao destaque, meus amigos sempre falam que eu ganho, mas eu faço questão de dizer que nunca é só meu, mas é do time!", disse o capitão.


Fagner, o técnico dos meninos, vem fazendo um belo trabalho com os jovens há 2 anos disputando campeonatos sub-19 e sub-21 e, em 2018, eles decidiram disputar a Liverj Liga B, pela organização do evento e o alto nível da competição. O comandante destacou a jovialidade do seu time e o quanto eles estão se destacando de um ano até hoje.


"Quando comecei a trabalhar com o grupo, observei que era um elenco com muitos talentos, mas que precisavam ser explorados. Para mim foi uma imensa surpresa ao ver eles disputando contra grandes times adultos ano passado. Mas o forte deles é a união. São garotos que estão sempre jogando juntos, estudam no mesmo colégio, já são amigos há bastante tempo e isso faz um diferencial muito grande. Quando nós chegamos para jogar, era uma surpresa para os times, nós chegamos desconhecidos e ao passar do tempo as pessoas foram observando o nosso amadurecimento. Ao disputarmos a final ao passado contra o Mundovôlei, um time Master, eu conversei com eles e expliquei que o jogo é totalmente diferente, eles têm mais paciência, defendem mais e pensam melhor. Sabemos que esse ano pegaremos equipes mais fortes e mais qualificadas, mas estamos trabalhando o grupo para estes jogos difíceis.", concluiu o técnico.

254 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page