top of page

CRÔNICA - SUPER SET x MIRANDELA B

Texto: Marko Costa


O vôlei é um esporte totalmente imprevisível. De vez em quando ele nos prega algumas peças que são cruciais para momentos decisivos nos jogos. E falando em decisão, por pouco, muito pouco, o Super Set não conseguiu uma vantagem em cima do Mirandela B no 4º jogo da primeira rodada da Liga A Masculina, no último domingo.


O jogo começou aparentemente igual de ambos os lados. Diferente do primeiro jogo do Mirandela B, para o confronto contra o Super Set, o time entrou em quadra com o elenco reserva, mantendo apenas o levantador Silvio como titular e capitão do time. Os dois times não desgrudavam do placar: se de um lado o ponteiro Danilo (Super Set) desafogava a rede, pelo lado do Mirandela B o ponteiro Leonardo não deixava o time ficar atrás do placar em momento algum. O jogo manteve-se empatado até o 15x15, mas em um descuido nas jogadas armadas por Silvio pelo lado do Mirandela B, o Super Set abriu dois pontos na frente e o time adversário pediu o seu primeiro tempo técnico, 17x15.


Se a tentativa do Mirandela B era parar o jogo e quebrar o bom ritmo do Super Set... Não deu certo. Sem se intimidar, o central Renato foi para o saque e, com muita confiança, aplicou dois aces seguidos nos adversários deixado a partida ainda mais calorosa. O placar agora estava em 19x15 para o Super Set, uma boa vantagem para fechar a primeira parcial. Mas o Mirandela B não queria entregar os pontos, com fantásticas jogadas de Silvio e seus atacantes, o Mirandela B diminuiu a vantagem para 19x19. Tempo para o Super Set. Voltando do tempo técnico, até o que Super Set tentou reagir abrindo 22x20 no jogo, mas com um volume consistente o Mirandela B não queria muito papo, virou o placar e fechou o primeiro set em 25x23.


O 2º set começou muito equilibrado. O Super Set sabia que poderia vencer o set e levar o jogo para o tie break, mas não contavam que apenas um substituição no time rival deixaria a partida ainda mais disputada. Com a entrada do ponteiro titular Andrew, rodando todas as bolas que recebia e ajudando na marcação de bloqueio, o Super Set sentiu a mudança no ritmo de jogo mas não fez corpo mole e continuou na briga. Os dois times trocaram pontos e ninguém abria sequer dois pontos de vantagem. O jogo empatou em 19x19. Em uma momento de desconcentração do Mirandela B, o time azul e preto viu o Super Set crescer no final da parcial e deixar o jogo a um ponto de levar a decisão para o desempate, 24x21.



O Super Set precisava apenas de uma bola para fechar o set e partir para o tie break, mas não foi bem isso que aconteceu. Vocês lembram que eu citei o Andrew logo acima? Pois bem, este jogador simplesmente anulou todas as possibilidades do Super Set fechar o placar. - Lembram das quartas de final de Londres 2012, quando a Sheila salvou 6 match points para o Brasil contra a Russia? Então, o Andrew veio do banco para realizar o mesmo feito. - Num piscar de olhos, o placar ficou em 24x24. O líbero Leonardo e o ponteiro Danilo conseguiram manter o time do Super Set vivo na partida levando o jogo até 27x27.


Como diz no regulamento da Liverj, o ponto limite de cada set se encerra no 28º ponto, então o set era de quem fizesse primeiro. O saque estava em posse do Mirandela B, a vantagem estava nas mãos do Super Set. Quando Andrew olhou para Silvio, no saque, e disse: "O jogo acaba agora!". Silvio aliviou no saque, Diogo passou na mão de Julio, e numa bola perfeita para atacar num tempo cabeça, o central Diego atacou para fora e o Mirandela B fechou a partida em 2 a 0, com a parcial de 28x27, de virada! O clima parecia de final, mas foi apenas a comemoração de um time guerreiro e experimente que vai dar muito trabalho durante a competição.


O destaque da partida ficou com o ponteiro Leonardo, do Mirandela B.

344 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page